sexta-feira, 12 de julho de 2013

COM TODAS CORES DA NOSSA BANDEIRA


Em tempos de "Protestos", vale ver uma bela imagem.
Simplesmente raro e lindo, este momento.
Oportunidade muito feliz do Fotógrafo. 
A BANDEIRA do BRASIL formada pela NATUREZA,
SOB e SOBRE o Rio Amazonas.
(Marcia Eliza Streb D’Sign)

Negro, Solimões, Branco, Juruá, Xingu, Purus,  Japurá, 
Trombeta, Tapajós,  Tietê, Paranapanema, Grande, Paraná, 
Iguaçu, Paraguai, Parnaíba, Gurguéia, Balsas, Urucui, Preto, 
Poti, Canindé, Longa, Acarau, Piranhas, Potenji, Jaguaribe,
Paraiba, Una, Pajeu, Turiaçu, Pindaré, Grajau,  Capiberibe, 
Gurupi, Pericumã, Itapecuru, Munim, Araguaia,  Mearim, 
Tocantins, Pardo, São Francisco, Ariranha, Grande,
Das Velhas, Salitre, Paracatu, Paraíba do Sul, Verde Grande,  
Doce, São Mateus, Iguape, Jequitinhonha, Itapemirim,  
Mucuri, Vaza Barris, Itapicuru, das Contas, Itajai, Jacui, 
Uruguai, Peixe, Pelotas, Paraguaçu, Chapecó, Ibicui,
Peperiguaçu, Turvo, Ijui, Camaquã, Piratini, Jaguarão...

Rios do meu Brasil, que correm
Mansos ou caudalosos
Por todos rincões da minha Pátria,
Em seus variados matizes,
Pulsam como veias e escoam libertos,
Irrigando vastos territórios
Povoados de gentes que se misturam
Nas mais diversas raças
E se entendem numa mesma língua.

Do Oiapoque ao Chuí, cessai vossos rugidos,
Clamai por ventos calmos.
Contemplai este magnífico entardecer
Em que o rei de vossas águas
Inspirado se põe a espelhar a tela celeste
Das nuvens multicoloridas
E não lhe deixam uma dúvida sequer
Da auriverde nacionalidade,

Retrato fiel do brasileiro pendão.

9 comentários:

Anônimo disse...

Grande Souza! Muito lindo o teu poema. Profunda inspiração. Abraços. Zinaida

Clarice Villac disse...

Belo poema, sempre oportuna lembrança de nossos rios, tão importantes para nossa vida !

Academia de Letras de Crateús - ALC disse...

Bravo, bravo, bravo... Mil vezes bravo, poeta das águas doces do Jaguarão! O meu intermitente Poti anda sem a aguada inspiração, mas o seu jaguarão corre inspirado nas veias poéticas do vate José Alberto de Souza! Até agosto em Floripa, poeta!

Gilberto disse...

Que bela poesia Souza! Belas imagens.

Anônimo disse...

Prezado Souza:
Bonita foto da bandeira do nosso Brasil.
Foi um momento único e de grande oportunidade.
Um grande abraço aqui da terra de Moliere,
Petersen.

Anônimo disse...

Não me surpreende porque já conheço teu talento e teu trabalho, mas valeu a emoção e a motivação natural da foto. Obrigado por qualificar meu sábado. Abraços, do "pupilo" Wenceslau.

Anônimo disse...

Lindo, lindo, poeta da águas doces. Belo poema.
Parabens e um abraço, Hunder

Ana Maria Silva disse...

Grande poeta Souza. Bonito poema, parabéns. Ana M. Silva

Vasco Ibanez Souza disse...

A natureza formando uma imagem num lugar certo, que no momento certo foi captada por um fotógrafo. Chegou um amante das letras e acrescentou ao belo, algo tão belo quanto a natureza, a expressão emocional de uma visão através das palavras. Caro Souza, meu abraço, parabens... Continue...

vascoibanez, 180713